sexta-feira, 31 de maio de 2013

rotina - zé mateus


não altere a rotina da casa
por minha causa
eu ainda posso voar
mesmo sem asa

não se faça de tonta
sem se dar conta
que assim não conserta

nunca comece um poema
com palavras tais como: Não

senão, mais do que eu, merecem palavrão
& então rima, ritmo & signo
ganham sentido
& me fodem

quinta-feira, 30 de maio de 2013

eróticos anônimos - dimi éter

adquira o livro pelo blog

cacete

cacete é caralho
caralho é pau
pau é pinto
pinto é galinha

- a ilustração acima é mais que uma ilustração, é um poema visual de Décio Pignatari retirado da revista Através 3 -

quarta-feira, 29 de maio de 2013

opostos

aviador
tem medo de altura
lenhador
tem medo de fogo
torturador
tem medo de tortura
matador
tem medo de morrer
...eis que os opostos
tem medo da oposição
e se traem

terça-feira, 28 de maio de 2013

terça-feira, 21 de maio de 2013

chutes e pontapés

como é que vou entender
a não perguntar uma pérola?

como é que vou ensinar
a não chutar um perneta?

uma mãe já foi bebê,
pelo amor dos nossos mamíferos?

haverá sempre uma chance de razão
no espoucar da champanhe
mamãe?

eles fazem campeões
mas não fazem
amizades.

de onde venho?
do vidro.

para onde vou?
duvido.

é preciso dar
a mão
à calmatória...

dáfne estrada

um campo:
a manhã inteira
respira pássaros

olhos:
espelho com que me vês

obra:
um exército de horas
nas trincheiras

comi -
sem dar de comer à fome

corro mais quando páro

voar é minha forma
de andar

todos os dias são 
fados...

fatos:
a gramática diminui
a música aumenta

sexta-feira, 17 de maio de 2013

levanto voo - fátima meireles

ardem-me nas veias todas as vontades
pecar é cancelar bocas com discursos
encher a vida é contra nada pintar ciprestes
e rir nos sóis das estações
ir como vão os pássaros de um modo pacífico
convertidos ao ar e à elegia
os pensamentos revistam-me como se fossem
policiais - mãos ao alto e levanto voo
comi laranjas como  sóis
e uma nesga de vento chegou ontem
fez-me tremer esquecida do calor

quarta-feira, 15 de maio de 2013

terça-feira, 14 de maio de 2013

antever


em qual dos versos
escondeu-se o você que quero?
não me contento com o que vi
quero o que antevi
insiste e pode ser verdade o que foi revelado pelos dias
difícil é acreditar na realidade

sábado, 11 de maio de 2013

anjo - zé mateus


se um anjo
me visitasse
além da 
surpresa
seria um dom

se um demônio
aparecesse
seria só o
destino

portão - cris biagi


   Me faz discutir a sós
   A despeito da distância
   Tens esse cheiro de chuva que chega
   Esses cinzas de dias incertos
   Muitos os sons - menos o teu
   Podia esse Vento se enfurecer e
   Te trazer logo
   Tumultuar essa tarde
   M E  D E S P E D A Ç A R
   À noite
   Tons de veludo : Carmim
   E S P A R R A M A D O S
   Nesse beco sem saída
   Muitas marcas nesse aperto 
 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

textura - cris biagi

  O que salva minha pele
   é que ela não derrete
   Só dói 
   por dentro